A leitura preserva o sistema cognitivo dos idosos

Leitura na Terceira Idade – A importância da leitura para idosos tem contribuído para evitar ou retardar, o surgimento ou progressão de doenças neurológicas degenerativas. Um livro costuma ser um excelente companheiro, se realizado este exercício diariamente, auxiliando na saúde física e emocional na terceira idade.

Diversos estudos comprovam que o treino do raciocínio indutivo é importante na manutenção da saúde mental e de outras funções no cérebro, inclusive, diminuindo os efeitos negativos do envelhecimento.

Além da leitura manter a mente ativa, por meio de estímulos constantes, o idoso estará assimilando novos conhecimentos, pois estará interagindo com a história e se torna um combustível inesgotável para a imaginação.

Assim, o funcionamento do cérebro irá proteger do declínio cognitivo, porque mesmo em idade avançada novos neurônios se renovam. Outro fator relevante está associado ao vocabulário, possibilitando melhores condições de expressão e uma comunicação mais clara. Além de aprender sobre lugares, culturas, costumes e curiosidades que sempre teve ou sonhou, permite uma melhor compreensão do nosso ambiente e das pessoas ao nosso redor.

Por esta razão, é de extrema importância, quando um ente querido ou pessoa próxima à você se aproximar da terceira idade, estimulá-los a se manterem ativos. Além da leitura, outros caminhos são: assistir filmes, frequentar as mais diversas exposições, grupos de dança e até mesmo, cantos, nunca é tarde para aprender e viver novas experiências.

Deixe um comentário

20 − 17 =

× WhatsApp