Curitiba está pronta para vacinação contra a gripe – Idoso é prioridade

Até 31 de maio, serão vacinadas pessoas maiores de 60 anos, gestantes, mães de bebês nascidos até 45 dias, crianças entre 6 meses e 6 anos incompletos, profissionais da saúde, pessoas com doenças crônicas não transmissíveis ou outras condições clínicas especiais e professores da rede pública e privada.

Aos 84 anos, o aposentado Leônidas Tosi foi até a Unidade de Saúde Guaíra, nesta segunda-feira (22/4), tomar a vacina contra a gripe, no primeiro dia de cobertura para todos os públicos prioritários indicados pelo Ministério da Saúde.

A meta, em Curitiba, é vacinar pelo menos 90% das 535 mil pessoas que integram o público-alvo, o que corresponde a 481,5 mil pessoas.

Em 4 de maio haverá o “Dia D” da mobilização, um sábado em que alguns postos de saúde abrirão para ampliar o acesso aos usuários dos públicos prioritários.

A secretária municipal da Saúde, Marcia Huçulak, lembrou outras formas de prevenção da gripe. “Higienizar as mãos com álcool gel ou lavar com água e sabão, evitar aglomerações e locais fechados são outros cuidados que ajudam contra a doença”, reforçou a secretária.

Deixe um comentário

dezesseis − 6 =

× WhatsApp