Cuidar do corpo e da alma é ideal para uma terceira idade feliz

 

Foi-se o tempo em que os idosos deixavam de participar ativamente na sociedade por motivos de saúde. Atualmente, o acesso a programas preventivos e a busca pelo envelhecimento saudável mudaram esse paradigma e provaram que é possível continuar ativo e com boa qualidade de vida na terceira idade. No entanto, é preciso observar algumas dicas para envelhecer de forma sadia. 
Doenças
Para ser saudável é preciso cuidar do corpo o quanto antes. As doenças metabólicas são as de maior incidência na terceira idade. Pressão alta, diabetes, colesterol, osteoporose, problemas na tireoide, osteoartrose e também problemas emocionais, como depressão e ansiedade. O importante é que todas essas doenças são manejáveis quanto antes forem tratadas.
Praticar esportes
É fundamental para preservar a mobilidade e, de quebra, ajuda também na parte emocional. A atividade física, quando trabalhada adequadamente, vai preservar a musculatura e, consequentemente, a funcionalidade física. Dependendo da atividade, também vai trazer benefício no aspecto emocional.
Socialização
Para completar e atingir o equilíbrio, a vida social é imprescindível aos idosos. Uma pessoa que está isolada tem chance maior de ter depressão, de receber menos cuidados. Ela acaba ficando mais largada com a própria saúde, há, inclusive, maior chance de ficar desnutrida, pois quem mora sozinho muitas vezes não vai cozinhar só para si.
Além disso, a chance de procurar ajuda médica tardiamente é maior – e há consequências para isso. Ter amigos e se socializar, portanto, é ainda mais indispensável nessa idade.

Deixe um comentário

doze − três =

× WhatsApp